quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Ronronos brumados...

Num tempo de Brumas
saem para passear...
cantam borboletas e falam baixinho...
São seis por aqui, as vezes sete comigo!
No castelo dos gatos na Benjamin, gente é brinquedo,
poltrona macia com cafuné acoplado.
Por vezes canto miados, me comunico ronronando baixinho...
E eles escutam sorrindo!
Eu, gato grande e desajeitado em uma festa de equilibrio sobre um muro enluarado...
E eles me conduzem cantando...
Neste castelo onde os pelos voam, tem sempre ração a mesa em vários pratinhos...
Por aqui me sinto tranqüilo,
e nunca solitário...
Num tempo de brumas...

Um Madu daqui...

4 comentários:

cezarina disse...

Lindo texto poético! Parabéns,amigo!Quanta sensibilidade!Um beijo perfumado no teu coração!Adorei o teu blog!Espero a tua visita no meu: Alma Cigana!
endereço: cezarina.blogspot.com
Um grande abraço!

isa disse...

inspirado e inspirador!
vou te ligar para tomar um mate e saber como vai a vida.
beijo!

Analuka disse...

Tudo muito lindo e delicado, inspirador, por aqui! Meu caro, tomei a liberdade de linkar teu blog lá no meu. Deixo abraços alados azuis!!!

Luciana disse...

... e pensar que morei tão perto... tanto tempo... agora que estou tão longe, descubro tantas maravilhas, doces, leves, felinas delícias... trabalho lindíssimo...
Grande abraço.